Animes Spring 2018

Confira os animes desta temporada

Voltamos com mais um guia dos animes da temporada de primavera. Vale lembrar mais uma vez que a estação vigente no Japão no momento é a primavera.

Amai Choubatsu: Watashi Wa Kanshu Senyou Pet

Sinopse: A história se passa em uma prisão no futuro próximo. Ela gira em torno de Hina Saotome, presa apesar de sua inocência, e do elegante e sádico guarda Aki Myoujin. O coração e o corpo de Hina estão à mercê da “dominação sem coração e doce” de Myoujin, desde exames físicos até visitas a prisões de amantes.

Gênero: Ecchi/Romance/Drama

Opinião: Apesar de estar classificado como um anime Ecchi, à primeira vista parece mais um hentai sem muita história. Hina Saotome é presa sob acusação de desvio de dinheiro e, chegando na prisão de segurança máxima, onde é a única mulher, é molestada pelo guarda Aki Myoujin. E é basicamente isso que acontece no episódio todo. Não há gancho para o episódio seguinte e nem um desenvolvimento claro da história.

Akkun to Kanojo

Sinopse: A comédia romântica segue o cotidiano de um menino extremamente Tsundere chamado Atsuhiro “Akkun” Kagari e sua namorada Non “Nontan” Katagiri. O comportamento de Akkun é severo para com Nontan com abuso verbal e negligência, mas ele na verdade está perdidamente apaixonado por ela e habitualmente age como um Stalker, seguindo-a ou escutando. Nontan é indiferente aos modos de perseguição de Akkun, e acha que suas ações são fofas.

Gênero: Comédia/Romance

Opinião:  Mais um anime curtinho dessa temporada. É meio sem pé nem cabeça. Akkun namora uma garota chamada Nontan mas, na frente da garota, a maltrata e ela parece achar isso adorável. Secretamente, Akkun praticamente endeusa a menina. Não parece ter muito sentido, mas, por ter apenas 3 minutos, serve para passar o tempo.

Butlers: Chitose Momotose Monogatari*

Sinopse:  Obra centra-se em Koma “Jay” Jinguyi, jovem que, além de bonito, inteligente e presidente do conselho estudantil, também consegue cativar as mulheres apenas com seu sorriso, e Tsubasa Hayakawa, bonito jovem que trabalha como assistente de uma cafeteria cuja arte do café é muito popular entre as jovens que frequentam o local. Ambos personagens acabam viajando no tempo para enfrentar seus rivais em uma batalha de “mordomos”, que inclui além do sobrenatural, uma cômica vida na academia.

Gênero: Comédia

Opinião: De comédia, ao menos nesse primeiro episódio, não tem nada. Na verdade, foi um episódio bem entediante que apresentou basicamente todos os personagens, mas sem profundidade.  Jay, o protagonista, está atrás de sua irmã desaparecida, coletando pistas numa escola de elite, onde é presidente do conselho estudantil. Ele encontra outro butler, que aparentemente estava presente quando a irmã desapareceu, e ambos tem um diálogo forçado e sem emoção. A trama deve se desenrolar conforme Jay encontrar pistas sobre a irmã, mas como primeira impressão, não é um anime muito empolgante.

*Disponível no Crunchyroll.

Calígula *

Sinopse:  Uma idol virtual, conhecida como μ ganha autoconsciência através da exposição aos sentimentos de seus usuários, vendo que os mesmos são insatisfeitos com a realidade, ela atrai as pessoas para um mundo de realidade virtual chamado Mobius. O jogo segue os membros de um clube chamado “Going Home”, onde os membros desejam fugir do Mobius.

Gênero: Sci-Fi/Ação

Opinião: É um anime bem dinâmico e, inicialmente, pode parecer bem confuso. No começo, somos apresentados a Ritsu Shikishima, um estudante aparentemente comum e com interesse em psicologia e filosofia.  No colégio, uma idol chamada “μ” e seu novo álbum são a sensação do momento, com letras de músicas depressivas e insatisfeitas. Ao ouvir o álbum de μ, as coisas ao redor de Shikishima começam a mudar. Com o passar do episódio, nota-se que não estamos no mundo real normal, pois algumas pessoas não possuem uma forma completa, apenas sombras e cores. As músicas presentes no anime são muito boas, e parece ser um anime promissor e envolvente, especialmente porque precisa de toda a atenção para não perder um detalhe sequer, e os próximos episódios prometem desvendar um pouco do ar de confusão e mistério que o primeiro episódio deixou.

*Disponível no Crunchyroll

 

Comic girls*

Sinopse: Comic Girls conta a história de uma artista de 15 anos que conseguiu sucesso prematuro ao publicar seu primeiro mangá ainda tão jovem. Quando seu mangá começa a ser criticado por conter um humor duvidoso, seu editor tranca ela em uma casa com outras artistas, na esperança de que fazendo novas amizades, ela possa se inspirar e melhorar seus roteiros.

Gênero: Comédia

Opinião: Se você é fã de animes onde garotas fofinhas fazem coisas fofinhas, esse anime é definitivamente para você. Se você é fã de uma história original e interessante, esse anime também é para você. Pelo contexto inicial do primeiro episódio, e pelos seus visuais, Comic Girls pode passar a impressão errada, mas não se engane.

*Disponível no Crunchyroll. 

Cutie Honey Universe

Sinopse: A obra conta a história de Honey Kisaragi, uma estudante com uma vida normal até que o seu pai, Dr. Kisaragi, foi morto pela organização criminosa Panther Claw. Porém Kirasagi, antes de sua morte, revela que Honey é uma androide criada por ele. Ao dizer ”Honey Flash”, ela pode se transformar em uma guerreira de cabelos vermelhos e usar diversos disfarces, graças ao Air-System, um dispositivo que materializa objetos a partir do ar.

Gênero: Ação/Magia

Opinião: Nos primeiros minutos, parece mais um típico anime de garotas mágicas com vilões superpoderosos e um leve tom erótico. Pouco antes da metade, dá a impressão de ser, na verdade, um anime policial. Da metade pro final, temos novamente elementos corriqueiros em obras de garotas mágicas: Transformações, rosas sendo jogadas, lua ao fundo, vilões com roupas e penteados estilosos. Segundo o mangá original, a protagonista Honey é na verdade uma androide, entretanto, isso não é abordado em momento algum durante o primeiro episódio. O episódio em si tem cenas de ação bem construídas, com um final intrigante. Resta saber como vão abordar o fato de Honey ser uma Androide nos episódios seguintes.

Devil’s Line

Sinopse: Vampiros parecem estar vivendo entre os humanos, mas isto ainda é uma dúvida para o governo pois suas aparências são idênticas a nós e não precisam beber sangue. Mas quando eles têm algum desejo ou se irritam, podem se tornar monstros incontroláveis. Acompanhamos Tsukasa, uma estudante universitária que foi resgatado do ataque de um vampiro, e Anzai, seu salvador e membro de uma força-tarefa policial sombria o qual se especializaram em crimes relacionados a estes seres.

Gênero: Drama/Sobrenatural/Romance

Opinião: Nada de muito inovador. O episódio é extremamente previsível e os personagens nada carismáticos, além da protagonista bobinha e sem sal chamada Tsukasa.  A polícia passa o episódio todo atrás de um vampiro que atacou e matou 3 mulheres e, no final das contas, Tsukasa é salva dele por um policial. O final do episódio também não tem surpresa alguma, os plot twists não surpreendem e as cenas de ação corridas não funcionam. A trilha sonora ao menos é boa. Pode ser que melhore nos próximos episódios mas, até então, é um anime bem mediano.

Doreiku – Boku no 23-Nin to Dorei

Sinopse: E se você pudesse escravizar qualquer pessoa que você sempre quis? Bem, isso aqui chega perto. Graças ao aparato tecnológico SCM (slave control method, ou método de controle de escravos) você pode prender qualquer pessoa que também possua um SCM, mas por um custo. Um precisa vencer o outro à qualquer custo, para que possa transformar o outro em seu escravo.

Gênero: Drama/Psicológico

Opinião: O anime tem uma trama bem diferente. Um dispositivo transforma a pessoa que perder uma aposta no escravo da outra, com algumas regras. O casal principal, que se conhece de um modo bem aleatório, resolve fazer disso um negócio: caso um deles perca uma aposta e vire escravo de outra pessoa, cabe ao parceiro libertá-lo. No final, a protagonista diz que preferia nunca tê-lo conhecido, então provavelmente haverão muitos momentos e situações tensas no decorrer do anime.  Paralelamente, conhecemos a história de uma garota que saiu com um cara e foi violentada, e ela consegue sua vingança por meio do SCM. As cenas em si não foram pesadas, ao menos nesse primeiro episódio, como dá a entender pela sinopse. Tem alguma tensão psicológica, mas nada muito explícito até então. Pode ser um anime interessante se manter o nível do primeiro episódio.

Fumikiri Jikan

Sinopse: O anime trás diversas histórias curtas sobre coisas que aconteceram com pessoas que tinham que cruzar uma mesma rua onde passa um trem.

Gênero: Comédia

Opinião: Inicialmente parecia ser algo divertido e descompromissado, mas com o passar dos episódios se mostrou um anime um pouco mais forçado e sem graça.

Gegege no Kitarou *

Sinopse: Forças do além começam a transformar pessoas em arvores. Yuta acredita que a fonte do que está acontecendo é um Yokai, e decidem pedir a ajuda de outro Yokai para resolver seu problema.

Gênero:  Ação/Sobrenatural

Opinião: Inicialmente o anime aparentava ser algo bem infantil, graças ao seu traço e ao seu primeiro episódio que aborda tudo de maneira bem “boba”. Mas depois de assistir mais dois episódios, percebi que a ideia do anime era muito mais madura do que aparentava inicialmente.

*Disponível no Crunchyroll

Golden Kamui *

Sinopse: Conta a história de um herói de guerra, que sobreviveu a guerra entre o império Japonês e o império Russo. Vitorioso, e agora conhecido como “Sugimoto O Imortal”, ele busca ouro para salvar a viuva de seu parceiro de guerra. Durante sua biusca, Sugimoto cruza o caminho de um bando de criminosos, e acaba descobrindo que eles estão atrás de um tesouro escondido.

Gênero: Ação/Aventura

Opinião: A animação não é das melhores. Apesar da premissa ser interessante, o anime não é bem dirigido e algumas cenas vão além do absurdo. Um ponto positivo é que o protagonista foge do padrão de bom moço, o que pode ajudar no desenvolvimento dos próximos episódios.

Disponível no Crunchyroll.

Gurazeni *

Sinopse: Conta a história de Bonda, um jogador profissional de baseball que está prestes a se aposentar, e se encontra em um momento de dúvida sobre sí, sua carreira, e o que fazer quando ela chegar ao fim.

Gênero: Esporte/Drama

Opinião: Gurazeni foi uma ótima surpresa para essa temporada. Bonda é um personagem extremamente realista emocionalmente , e isso faz com que o espectador se identifique com ele. Já pensou como vai se aposentar? Como vai tirar um dinheiro extra quando sua carreira chegar ao fim? Como vai ser ganhar bem menos do que ganha hoje? Esses e muitos outros dilemas, fazem com que Gurazeni seja um drama em destaque.

*Disponível no Crunchyroll.

Hinamatsuri*

Sinopse: Nitta Yoshifumi, um jovem e inteligente yakuza, vive rodeado de seus queridos potes no seu território, em Ashigawa. Até que um dia, uma garota chamada Hina chega em um estranho objeto, e usa seus poderes telecinéticos para forçar Nitta a lhe deixar morar com ele, acabando com seu estilo de vida. E pra piorar tudo, Hina ainda tem o costume de perder controle de si mesma, causando destruição em sua escola e na organização de Nitta. Mesmo assim, o jovem ainda se sente responsável por cuidar dela.

Gênero: Comédia/Sobrenatural

Opinião:  Desde o começo já é perceptível que o anime tem um tom de comédia bem pronunciado e exagerado. Nitta Yoshifumi é um cara rico e arrogante e, de repente, uma cápsula com uma garota dentro cai no meio de sua sala. A garota, Hina, tem poderes telecinéticos e os utiliza para conseguir o que quer, como morar na casa de Nitta, fazendo com que ele se sinta responsável por ela. O motivo da garota ter ido parar ali ou quem é ela ainda continuam obscuros e provavelmente será revelado com o passar dos episódios.  É um anime recheado de momentos de comédia clichês até então.

*Disponível no Crunchyroll.

 

Hisone to Masotan

Sinopse: Na história do anime, a direta e inocente, Hisone Amakasu é uma recruta da Força de Autodefesa, servindo na Base Gifu da Força de Autodefesa do Ar. Ela luta com o fato de que às vezes machuca as pessoas involuntariamente por suas palavras inocentes e decide juntar-se à Força de Autodefesa do Ar, na esperança de manter uma certa distância das pessoas. Essa decisão a leva a um encontro fatídico que muda profundamente sua vida. Hisone encontra um dragão “OTF” (Organic Transformed Flyer) escondido na base e ele escolhe Hisone como seu piloto. Quando ele sobe para os céus com Hisone, seu destino como piloto de dragão é decidido. Nesse universo dizem que os dragões possuem a chave para o futuro do mundo.

Gênero: Ação/Militar

Opinião: É um anime bem divertido. Remete muito a moda de virtual/pocket monsters dos anos 90. O foco do anime todo é o relacionamento de Hisone e Masotan. Altamente recomendado, esse anime parece ter a capacidade de curar qualquer crise emocional que você estiver passando apenas com sua fofura. Não tem como resistir ao charme de Hisone e Masotan, a dinâmica entre os personagens é muito bem desenvolvida. Torço para que se torne um hit, e volte par amais temporadas.

 

Jikken-hin Kazoku: Creatures Family Days

Sinopse: O anime conta a história de uma família onde seus pais, são cientistas loucos, e seus filhos são humanos modificados. A familia apesar de tudo, faz o possível para tentar ser uma família normal, agora que seus pais estão na cadeia. Apesar de tudo que seus pais fizeram para seus irmãos, Tanis(o unico filho que não sofreu experimentos), lida com a saudade de seus pais.

Gênero: Sci-Fi

Opinião: Um anime com uma visão bem moderna. Usa das “deformidades” dos personagens para retratar preconceito, e como as pessoas podem ser terríveis umas com as outras. No quesito de animação, o anime definitivamente peca um pouco, mas ainda assim isso não ofusca o brilho e potencial que esse anime tem para se tornar algo ainda mais bacana

Juushinki Pandora

Sinopse: No dia em que a crise de Xianglong (Shanron ou Dragon Soaring) ocorreu em 2031, Leon Lau estava bem no meio dos eventos que se desenrolavam. O Quantum Reactor, um dispositivo de energia de próxima geração desenvolvido para substituir os recursos ambientais em declínio, explodiu e desencadeou uma energia desconhecida. Como resultado, o ambiente global mudou durante a noite. As coisas vivas (além dos seres humanos) e as máquinas sofreram sua própria evolução única, e as entidades BRAI (Revolução Biológica de Inteligência Acelerada) em particular evoluíram e surgiram. Por causa deles, a humanidade foi levada à beira da extinção. Os seres humanos lutam o BRAI com MOEV (Multi-purpose Organic Evolution Vehicle) unidades variáveis.

Gênero: Sci-Fi/Mecha

Opinião: Desde o começo do primeiro episódio, é um anime que chama a atenção. Humanos lutando contra seres desconhecidos, que logo descobrimos serem chamados de B.R.A.I. e que evoluem muito mais rápido do que nossa espécie, um cientista tentando descobrir como conter isso e cenas com efeitos muito bem elaborados. Se o anime seguir o ritmo de ação e interesse que causou logo de cara, deverá ser um dos melhores da temporada.

Kakuriyo no Yadomeshi

Sinopse: A série se concentra em uma estudante da faculdade chamada Aoi, que herdou a habilidade de ver espíritos de seu avô tardio. Aoi orgulha-se de cozinhar e, um dia, está alimentando alguns espíritos agrícolas quando, de repente, aparece um deus e o mestre do “Tenshinya” (Heavenly Inn) e leva Aoi para longe. Ele diz que, devido às dívidas do avô, ela deve se tornar sua noiva. Aoi odeia essa idéia e, em vez disso, declara que ela pagará a dívida do avô trabalhando no Tenshinya.

Gênero: Sobrenatural/Romance

Opinião: O anime todo tem um visual muito bonito, com traços delicados e uma trilha sonora bem agradável.  De primeira, parece mais um shoujo bobinho, mas a história que se desenrola é bem interessante. A estudante Aoi tem o dom de ver espíritos e, como foi salva por um quando pequena, sempre interage e dá comida a eles, para evitar que causem problemas para os humanos.  Graças a essa habilidade e bondade, um desses espíritos a sequestra, afirmando que ela foi prometida como sua noiva por seu avô. Nos episódios seguintes, devemos ver Aoi trabalhando num restaurante para pagar a dívida ao invés de aceitar se casar. Uma humana no mundo dos espíritos, e cozinhando (mulheres não são permitidas nas cozinhas de lá) causou grande alvoroço, e esse foi o gancho para o episódio seguinte. Apesar de algumas falhas técnicas, o anime promete ser uma boa surpresa nessa temporada.

Last period: Owarinaki Rasen no Monogatari*

Sinopse: A história desenrola-se num mundo onde bestas fantásticas existem e são designadas por “Spirals”. Aqueles que possuem a habilidade de derrotar estas besta designam-se por Periods. Haru é uma aprendiz de Period que pertence à 8ª divisão da Arc End. Contudo, após um acontecimento misterioso, desenvolve-se um colapso económico, que faz com o que a Arc End abandone o Quartel General da 8ª divisão, deixando para trás apenas três Periods, sendo um deles a Haru. Ela e os restantes decidem restaurar e reconstruir a 8ª divisão.

Gênero: Ação/Aventura/Comédia

Opinião: L ast Period parecia promissor pelo seu roteiro, mas infelizmente foi só isso mesmo. O anime é completamente infantil e repleto de personagens com 0 profundidade, que caem por terra por não se enquadrarem na proposta do roteiro. A animação é bem moderna e bem feita.

PS: A música de abertura gruda na sua cabeça de uma maneira infernal, se for assistir, não se esqueça de pular a abertura.

*Disponível no Crunchyroll.

Mahou Shoujo Ore*

Sinopse: A história é sobre Saki Uno, uma garota de 15 anos que é uma idol iniciante, e tem um amor secreto pelo melhor amigo de seu irmão, Mohiro, que é um idol popular. Em um encontro com um ex-yakuza assustador, ela descobre que sua mãe era uma garota mágica, e o yakuza era seu mascote. Seu interesse amoroso é então sequestrado por demônios com cabeças de esquilos fofas. Então ela decide contratar o yakuza para virar uma garota mágica, e nessa história isso significa que ela vira um homem bonito com roupinhas de garota mágica.

Gênero: Comédia/Ação/Magia

Opinião:  Mais uma vez, parece outro típico anime sobre garotas mágicas, e de fato é, mas não do jeito que está pensando. Mahou Shoujo Ore tira sarro de absolutamente todos os clichês presentes em obras de garotas mágicas, o que pode ser um prato cheio tanto para os fãs do gênero quanto para os não tão fãs. O primeiro episódio rende boas risadas, especialmente quando a protagonista, Saki Uno, se transforma em um cara musculoso para combater o mal. É um humor bem caricato, cheio de momentos sem noção.

*Disponível no Crunchyroll.

Mahou Shoujo Site

Sinopse: Asagiri Aya é uma jovem que foi vítima de valentões na escola. Procurando uma maneira de escapar de seus problemas, ela se distrai na internet, quando aparece um site misterioso chamado “Mahou Shoujo Site”. Só olhar para a página faz Aya entrar no mundo mortal de Magical Girl Apocalypse. Lá, luta ou morre, contra uma série aparentemente infinita de máquinas de matança selvagens e adoráveis, cada uma armada de poderes mágicos e uma sede inextinguível de sangue e caos.

Gênero: Ação/Horror

Opinião: O anime possui um humor sádico e cruel. A protagonista, Asagiri Aya, é atormentada e torturada de todas as formas possíveis, tanto psicologicamente quanto fisicamente: de agressões na escola e em casa a tentativas de estupro. Uma noite, após ser agredida pelo irmão, um misterioso site abre em seu notebook, falando sobre garotas mágicas. E é aí que, na manhã seguinte, ela recebe sua arma de “garota mágica”.  O anime se desenvolverá nos próximos episódios a partir daí, provavelmente mostrando o motivo de Aya ter sido escolhida e como ela vai utilizar sua arma daqui pra frente.  São tantas desgraças seguidas acontecendo com a protagonista que chega a ser exagerado, clichê e sem propósito, porém, funciona para quem gosta de um clima mais pesado.

Megalo Box *

Sinopse: Megalo Box é o nome dado ao boxe do futuro, onde lutadores tem membros mecânicos, ou usam exo-esqueletos para melhorar seus movimentos, e força. Conta a história de rivalidade entre Junk Dog, e Yuuri, dois lutadores de Megalo. Junk Dog acaba entrando em um grande torneio de Megalo com o unico propósito de derrotar Yuuri.

Gênero: Ação

Opinião: Esse anime é uma coisa muito especial. Tem um design de personagens bem especial, uma animação de altissima qualidade. A história também não fica atrás, e remete muito a algo que poderia ter sido criado no final dos anos 90/começo dos anos 2000. Se você presa pela qualidade acima de tudo quando procura por um anime, Megalo Box é fácil uma das melhores novidades dos ultimos 10 anos.

*Disponível no Crunchyroll.

Nil Admirari no Tenbin *

Sinopse: Kuze Tsugumi, filha de aristocratas, concordou em casar-se para livrar a família da falência. Mas antes do casamento, seu irmão mais novo Hitaki se envolve num incidente com um “maremono”, um livro que influencia fortemente quem quer que o leia. Graças a isso, Tsugumi ganha o poder de ver “auras”, a luz que representa as emoções que residem em um maremono. E antes que pudesse se recuperar, Tsugumi é confrontada por um membro da Agência Imperial de Gerenciamento de Recursos e Informações Literários, também conhecida como Coruja – e a ajuda de Tsugumi é requisitada.

Gênero: Ação/Fantasia/Romance

Opinião:  Os personagens tem traços lindíssimos e o anime possui um tom bem sério. Após a tentativa de suicídio do irmão, Kuze Tsugumi é abordada por membros da Agência Imperial de Gerenciamento de Recursos e Informações Literários e descobre que, graças ao incidente (que na verdade foi causado por um livro), tem agora o dom de ver auras. Decidida a descobrir o que anda acontecendo, resolve ajudar a Agência, e os próximos episódios tem o potencial de serem bem interessantes, aborando o motivo de livros estarem levando as pessoas ao suicídio. Esse anime foi uma surpresa e tanto, com uma história que prende e personagens interessantíssimos. Se seguir a linha do primeiro episódio, deverá ser um dos mais envolventes da temporada.

*Disponível no Crunchyroll.

Persona 5 the animation *

Sinopse: Ren Amamiya é preso e interrogado pelos problemas que causou como lider do grupo “Phantom Thieves”. O primeiro episódio foca em Ren e em sua chegada à Tokyo.

Gênero: Ação/Sobrenatural

Opinião: Não sou fã de Persona como jogo, e minhas apostas eram a de que o anime seria apenas uma adaptação ruim de um jogo muito bom, mas eu estava errado. Persona 5:The Animation foi criado não com a intenção de tirar mais ovos da “galinha dos ovos de ouro” da Atlus, mas sim com a intenção de criar uma adaptação boa para quem não teve tempo ou paciência para investir em Persona 5.

Absolutamente tudo nessa adaptação é de alta qualidade. Escrevi essa critica dando minha opinião mesmo, pois acho válido para que vocês que não gostam do jogo, podem vir a gostar do anime.

*Disponível no Crunchyroll.

Piano no Mori

Sinopse: A história acompanha a vida de dois rapazes, que se conheceram por intermédio da música, com vidas totalmente distintas. Enquanto Kai Ichinose é filho de uma prostituta e começou a tocar num piano abandonado numa floresta perto de sua casa, Shuuei Amamiya é filho de dois prestigiados pianistas.

Gênero: Drama/Música

Opinião: Se relevarmos o fato da animação não ser das melhores e muitas vezes os personagens parecerem meio bugados, é um anime com uma história que parece ser bem bonita. Nesse primeiro episódio, conhecemos um pouco do passado dos dois protagonistas e como, desde o começo, começaram uma amizade graças ao interesse em comum que possuem, o piano. Desde criança, Kai Ichinose toca incrivelmente bem, superando e surpreendendo até mesmo seu professor de música, enquanto Shuuei Amamiya toca bem por ser de uma família rica de pianistas. Provavelmente veremos como Kai aprendeu a tocar tão bem conforme a história avança já que, até o momento, toca apenas num piano abandonado na floresta.

Real Girl

Sinopse: Conta a história de Hikari Tsutsui, um jovem estudante que repudia garotas de verdade. Vivendo em seu próprio mundinho, onde acredita que garotas 2D são melhores que 3D, Tsutsui tem sua vida virada de ponta cabeça ao conhecer Iroha, uma garota de verdade que mostra para ele que garotas 3D podem ser sim muito legais

Gênero: Comédia/Romance

Opinião: No começo do primeiro episódio, deu uma impressão muito forte de que esse anime seria algo muito menos sério. Real Girl é um drama/romance divertido que faz você se interessas muito por ambos os protagonistas. Nos dias de hoje é muito dificil ver personagens bem desenvolvidos como os de “Real Girl”, e isso é uma das coisas que mais destacam esse anime.

Saredo Tsumibito wa Ryuu to Odoru: Dances with the dragons *

Sinopse: Se trata da adaptação das light novels “Dances with the Dragons “ . Conta a história de ex-caçadores de dragões, que após um tratado para que os dragões e humanos pudessem viver em harmonia, começam a trabalhar como Bounty Hunters.

Gênero: Ação/Fantasia/Drama

Opinião: Se você é fã das Light Novels, passe longe. Se você nunca leu as Light Novels, também pode passar longe. Dance with The Dragons é um drama que carece de desenvolvimento de personagens e de um bom roteiro. Simplesmente não funciona como uma adaptação da Light Novel. O que na Lioght Novel era bem explicado e continha contexto, aqui se tornou apenas lutas aleatórias cheias de efeitos nada especiais.

*Disponível no Crunchyroll.

Sword Art Online Alternative – Guns Gale online *

Sinopse: LLEENN é uma jogadora solo de Gun Gale, um battle royale(jogo como Fortnite e PUBG). LLEENN se torna uma ótima jogadora e ganha o apelido de “Pink Devil”. LLEENN sempre acostumada a jogar solo, acaba esbarrando em uma jogadora nova chamada “Pitohui”, e as duas viram parceiras online.

Gênero: Ação/Drama/Sci-Fi

Opinião: Não tem nada de Sword Art Online aqui, além do nome, e isso pode ser bom e ruim. Se você odiava Sword Art Online, as chances de você adorar Gun Gale Online é alta. Se você era um fã de Sword Art Online, as chances de você detestar Gun Gale Online vão ser grandes. No geral é extremamente agradável ver uma protagonista mulher tomando as rédias de um anime sobre jogos Online. Tanto em Sword Art Online, quando em Hack., e muitos outros, os protagonistas são sempre homens, e nesse quesito Gun Gale Online trouxe ar fresco para animes desse gênero.

*Disponível no Crunchyroll

Tachibanakan To Lie Angle*

Sinopse: Quando Natsuno Hanabi voltou para sua cidade natal para estudar no ensino médio, ela pensou que teria uma nova vida maravilhosa. Mas Tachibanakan, o dormitório em que ela iria morar, não era o que ela esperava.

Gênero: Comédia/Yuri

Opinião: Mais um anime curtinho, com pouco mais de 3 minutos de duração. Nesse primeiro episódio, somos apresentados a protagonista, que chega numa república de meninas e lá encontra algumas pessoas que fizeram parte de sua infância. O episódio não é muito promissor, aposta em peitos como momentos cômicos, que não funcionam muito bem.

*Disponível no Crunchyroll.

Tada-kun wa koi wo Shinai

Sinopse: Na história, Mitsuyoshi Tada, um rapaz que nunca se apaixonou, está tirando fotos das flores de cerejeira em plena floração quando conhece Teresa Wagner, uma estudante transferida de Luxemburgo. Ao chegar no Japão, ela se perdeu, se separando de sua companheira de viagem. Mitsuyoshi a ajuda e a leva para o café de seu avô.

Gênero: Comédia/Romance

Opinião:  É um anime com um ar bem leve e divertido. Cumpre bem o papel de comédia romântica da temporada, sem muitos exageros e deixando tudo fluir muito bem. Os dois protagonistas, Mitsuyoshi e Teresa, se encontram em diversas situações, bem ao estilo “predestinados”.  Assim que Teresa chega no café do avô de Mitsuyoshi, somos apresentados aos outros personagens, e todos são igualmente carismáticos. Quem gosta de comédias românticas divertidas  provavelmente achará esse bastante agradável de assistir.

Uchuu Senkan Tiramisu

Sinopse: Em um futuro distante, quando a humanidade prosperava, a expectativa de vida havia aumentado e a conquista do espaço foi alcançada, na Era Espacial 0156 uma guerra explode entre as colónias interplanetárias. A terra, em segredo, começa a construir um novo navio de guerra espacial chamado “Tiramisu”. Assim, com a eclosão da guerra, um piloto genial, Subaru Ichinose vai pilotar o navio de guerra espacial “Tiramisu” como um farol de esperança para a humanidade.

Gênero: Comédia/Sci-Fi

Opinião: É um daqueles animes curtinhos, com duração entre 5 e 10 minutos. Logo que começa, é possível notar algumas semelhanças com obras como Neon Genesis Evangelion: Um piloto dentro de um robô precisa lutar contra outros seres e salvar a todos. Vemos Subaru, o piloto modelo, num momento de extrema concentração e preparação para….comer um espetinho. É uma comédia boba, mas que rende boas risadas por conta de momentos sem noção.

Uma Musume: Pretty Derby *

Sinopse: É um projeto de midia composto por jogos, curtas e agora pelo anime em questão.  Conta a história de uma menina égua chamada “Special Week” que acabou de ir estudar em uma escola para corredoras.

Gênero: Esporte/Comédia

Opinião: Inicialmente o anime apresenta uma ideia bem sólida do que esperar. É o tipico anime onde se tem um protagonista que sonha em se tornar o melhor no que faz, enquanto no decorrer de sua jornada faz novos amigos e rivais. Apesar do conceito bizarro envolvendo “Meninas Égua”(????), o anime é bem divertido e rende umas risadas.

*Disponível no Crunchyroll.

Wotaku ni Koi wa Muzukashii

Sinopse: A história gira em torno da estranha comédia romântica entre Narumi, uma funcionária de escritório que esconde seu estilo de vida fujoshi, e Hirotaka, um homem bonito e capaz, que é secretamente um otaku de jogos.

Gênero: Comédia/Romance

Opinião: Mais uma comédia romântica, só que um pouco mais bobinha. A história começa com Narumi, uma mulher que faz de tudo para esconder que é otaku. O começo do anime remete muito ao primeiro episódio de Sailor Moon e outros animes do gênero (talvez de modo proposital): Narumi atrasada e correndo loucamente para chegar no horário. Apesar dos momentos divertidos, o anime aborda algo muito recorrente no Japão, que é o quanto otakus não são tão bem vistos lá quanto achamos, mesmo entre eles.  No final do episódio, Narumi e seu amigo de escola (que por um acaso trabalha na mesma empresa), Hirotaka, decidem começar a namorar. Nos episódios seguintes devemos ver como essa relação, que começou apenas por interesses em comum, irá se desenvolver. Se manter o nível do primeiro episódio, promete ser um anime engraçadinho e com várias referências a animes, games e cosplays.

Texto por Louise Minsk e Bruno Shepard

Um comentário em “Animes Spring 2018

  • 22 de maio de 2018 em 21:15
    Permalink

    eu nem sabia que tanto anime assim sequer existia

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *