Review – RUINER

Tenha reflexos rápidos e uma mira melhor ainda

RUINER é um jogo de ação top down shooter desenvolvido pela Reikon Games e publicado por ninguém menos que a Devolver (uma vez que o jogo tem um protagonista com máscaras). O jogo se passa na cidade cibernética de Rengkok no ano de 2091. O jogador entra na pele de um personagem que não sabemos nada, nem seu nome ou rosto, temos conhecimento somente que seu objetivo era acabar com o sistema corrupto e descobrir a verdade daquela cidade e assim resgatar seu irmão. Tudo isso com a ajuda de uma geniosa hacker.

O jogo traz um gameplay frenético do começo ao fim, onde a movimentação é crucial e ficar parado por um mísero segundo pode ser mortal. Não tem a mecânica de hitkill como em Hotline Miami, mas segue a mesma ideia. Cenários grandes dando chance de movimentar bastante e desviar dos adversários, o arsenal existente em RUINER é algo de se impressionar e tem arma para todos os gostos, desde metralhadoras a lança chamas, e é possível utilizar uma arma corpo a corpo na carência de armas de fogo.

Uma mecânica que é interessante e super útil no jogo é a de slow motion. Ele é ativado toda vez que uma arma é pega do chão, portanto, o jogador tem total controle de quando utilizar desta mecânica. O que é bom, pois muitos jogos trazem isso e parece que é desnecessário e fica em excesso. É bom ter em mente o momento certo para pegar uma arma do chão, pois o slow motion é de grande ajuda quando o pau tá comendo.

As habilidades em RUINER são outra coisa que ajudam demais o jogador e vai do gosto de cada. Ao decorrer do jogo é possível ganhar pontos de habilidade e assim podendo comprar as habilidades e até mesmo melhorá-las. Um fator interessante nisso é saber que é possível recuperar esse ponto gasto e assim poder mudar as combinações a qualquer momento no jogo, seja ter um escudo e mais dano ou ter mais cargas no Dash e velocidade, tudo a mercê do jogador, algumas podem ser meio inúteis ao fazer certas combinações, mas vai de cada um.

O jogo tem um certo “mundo aberto” em alguns momentos. É possível explorar parte da cidade de Rengkok e conversar com NPCs para pegar missões secundárias, que são sempre feitas no meio das principais, vagar por aí e conhecer um pouco mais sobre este mundo cyberpunk. Mas isso sempre é possível entre missões, uma vez que iniciado uma, só quando terminar. E é sempre bom explorar tudo durante as missões, pois muitas coisas das secundárias estão espalhadas nela.

RUINER é um jogo bem difícil, o que pode deixar muitas pessoas revoltadas, para outros já conta como um desafio maior , mas não há vergonha em abaixar um pouco a dificuldade caso queira saber da história, até porque é o que mais conta em um jogo.

RUINER está disponível para PC, PS4, Xbox One e GOG.Com.

Otto

Um rapaz que fez do hobby um trabalho. Sempre interessado em aprender e conhecer mais. Gamer desde criança e aficionado por Board games. Altas madrugadas jogando e trabalhando incansavelmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *